Você me ouve?

 As pessoas tem a necessidade de se expressar, dividir com o mundo seus aprendizados, dificuldades, inquietações, surpresas frustrações ou conquistas. Independente do que se precise dividir, nem sempre encontramos o interlocutor correto. As vezes pode ser um amigo, um familiar, um líder espiritual e com isso nos sentimos bem por ter compartilhado um pouco de nós mesmos. E isso é ótimo.

Porém há momentos em que percebemos que nosso interlocutor não nos escuta realmente, ele já vem com a sua bagagem, suas crenças, julgamentos, soluções prontas ou precisa se ouvir através da nossa fala. Nestes momentos a gente precisa de uma escuta ativa, ou terapêutica, no sentido de quem nos ouça saiba sair do seu lugar e nos ouvir genuinamente. Compreenda sem julgamentos, partindo do princípio de que somos únicos e com potencialidades e desafios único.

“Cada ser carrega em si o dom de ser feliz” (Almir Sater), mas encontrar este dom não é igual para todos, a necessidade de um interlocutor que nos ouça, nos veja e nos acolha genuinamente para encontrar este lugar dentro de nós se faz necessário. 

O "Espaço de fala" tem este objetivo: reunir grupos de pessoas, trocar experiências e inquietações. Entra em contato, você não precisa passar por isso sozinho.

Isolamento com saúde - dica 08: Música

Música ativa uma série de conexões do nosso cerebro, ela nos acompanha desde o inicio dos tempos quando a usavamos para nos comunicar com outras tribos. A dica 8 se refere a que ouçamos os nossos ritmos, estados de espirito e o deixemos fluir por nossos sentidos. Se ouça e planeje a sua playlist para cada momento. Música enriquece a nossa vida e bem estar.

Cris Cordal
Psicóloga clínica

https://youtu.be/a-VL3xnZMdk

Isolamento com saúde - dica 07: Trabalhos Manuais

Trabalhos manuais tem um poder de ativar a nossa criatividade, atenção, sensação de realização. Independente da técnica que você curta a dica 7 fala da meditação ativa e da cadência que o trabalho manual nos oferece. Descubra o que você gosta de fazer e compartilhe com a gente.

Cris Cordal
Psicóloga clínica

https://youtu.be/a_h97Vaz94s

Isolamento com saúde - dica 05: Escolhas conscientes

Isolamento com saúde - dica 06: Escolhas conscientes

Quando o  isolamento social nos permite uma brecha, a dica 6 vem pedir que a gente pondere as escolhas que fazemos e tenhamos consciência do impacto que elas geram no todo. Longe de decidir por alguém, afinal cada um sabe o que precisa, ou não precisa. Escolhas conscientes são desde se decido que preciso de um banho longo e do impacto que isso gera, a minha necessidade de sair para tomar café com os amigos. Vai de você e da forma que você escolhe viver.

Cris Cordal
Psicóloga clínica

https://youtu.be/ZaaYsSRPbcE

Isolamento com saúde - dica 05: cursos

Isolamento com saúde - dica 05: cursos

Poder expandir nosso conhecimento e habilidades é um dos presentes que está quarentena nos oferece. Há inumeras opções, até gratuítas na web, procure, mas outras opções como a palhinha que eu ostro para vocês. Minha mamis de 84 aninhos fazendo aula de violão. Não se limite por ter de ficar em casa, muito pelo contrário, use esta oportunidade ao seu favor.


Cris Cordal
Psicóloga clínica

https://youtu.be/azrvdCU9G9w

Isolamento com saúde - dica 04: faça um diário

Isolamento com saúde - dica 04: faça um diário

O poder da escrita é notadamente reconhecido nos estudos cientificos. Trazer pensamentos positivos através da gratidão também. Use então este poderoso recurso, onde você se compromente consigo mesmo a promover saúde no seu dia e a noite. Espero que o ajude a passar por estes tempos arduos da melhor forma possível.

Cris Cordal
Psicóloga clínica

https://youtu.be/syH9fTX0oXg

Isolamento com saúde - dica 03: sem culpa

Isolamento com saúde - dica 03: sem culpa

Esta terceira dica dedico as minhas filhotas, sei que elas vão adorar. Se acostumar com o novo é um pouco de tentativa e erro e a gente vai se experimentando, onde se sente mais confortável e BEM. O ritmo mudou e nós muitas vezes, arraigados a forma antiga de funcionar, queremos manter o status quo. Viva, respire, inspire-se sem culpa por estar abrindo mão do velho e se aceitando o novo modo de viver.

Cris Cordal
Psicóloga clínica

https://youtu.be/lvrPWb9ClB0